1° debate entre candidatos para reitor da UFRJ deixa a deseja!

Candidatos mostram as caras e caem as máscaras 
  
 A comissão eleitoral em uma clara demonstração de despreparo elaborou um formato de debate aonde não se permitiu o debate. Em um formato completamente engessado os candidatos não se enfrentaram e os presentes não tiveram direito a VOZ para formular suas perguntas, as perguntas foram feitas por escrito!
Temas importantes como a gestão do antigo Canecão, integração com as comunidades em torno da UFRJ ficaram de fora do debate. Talvez pelo fato de nós do Movimento Estudantil não ter participado dos espaços de construção dos debates.   
O Movimento Estudantil tem de entender que os que querem transformações devem construir uma nova hegemonia, mesmo sem serem dominantes. Se queremos ser eficazes, devemos combater não os representantes débeis de uma corrente, mas sim os seus principais expoentes, principalmente dentro da universidades. Neste momento de eleição as correntes mais reacionárias não encontram nenhuma oposição. Temos então que repensar nossa práxis!
                 

Alcino:
Candidato não se diferencia da atual gestão e passou à maior parte do tempo tecendo elogios a atual reitoria. O que se pergunta é, por que duas chapas então?  
Seguindo o exemplo do Levi candidato da chapa 10, candidato também se nega a debate questão colocada pela comunidade acadêmica. Alcino diz não ter conhecimento de nepotismo na UFRJ e se nega debate a questão. Que bom que somos a unica instituição brasileira sem este problema. 

Conheça melhor a chapa em

Ângelo                                                                                                    
O candidato se destaca por questão polemicas e se torna o show man do debate no CFCH. O ponto forte de seu programa foi à reivindicação por mais transparecia na UFRJ.  
Ângelo prometeu criar conselho de iluminados e defendeu meritocracia.  
Em uma clara demonstração reacionária o candidato argumenta que, alunos não podem receber bolsas sem trabalhar, ou seja, aquilo que é um direito conquistado agora terá que vir acompanhada de uma contrapartida. É um retrocesso para UFRJ, pois a muito abolimos das nossas vidas a “Bolsa Apoio” a qual alunos tinham que trabalhar para receber tal beneficio. Com um discurso completamente enviesado faz menção ao Mangue, aonde teoricamente os alunos passa parte do tempo quando deveria está dentro das salas de aulas, segundo o candidato da chapa 99.    

Sem Blog 
       
Levi
O candidato que representa a atual gestão se irrita com pergunta sobre corrupção. Em uma clara demonstração de desrespeitos a comunidade acadêmica se nega a responder questão que cita os atuais processos de investigação que a reitoria vem sofrendo por parte dos seguintes órgãos (TCU, CGU, MPF, CORAS MEC, MPOG). “ É absurda questões deste tipo” Carlos Levi. Agora é um absurdo querer sabe aonde foi para o dinheiro do contribuinte brasileiro. Esta universidade "publica" é um feudo que atende interesses privados de todas as categorias  
Candidato diz que o Reuni na UFRJ foi aprovado democraticamente com participação de todos os seguimentos da universidade. Não citou o conselho polemico aonde saiu um porradeiro entre estudantes no auditório do CT e esqueceu da ocupação da Reitoria em 2007. Quando questionado sobre devolução de quase 4 milhões da assistência estudantil enrolou mais uma vez.

Conheça melhor a chapa em
 UFRJ em Movimento 


Godofredo
Candidato garante que existe dinheiro para construir mais alojamento estudantil e promete construir alojamento para atender estudantes dos convênios com America Latina e África.  
Godofredo diz que o problema dos atrasos das bolsas dos alunos da UFRJ em nada tem haver com a gestão da atual reitoria. O mesmo afirmar que é um problema do MEC e que tentará criar mecanismo para dribla esta situação, assim também como os atrasos dos pagamentos dos terceirizados. O candidato talvez não tenha conhecimento da declaração da atual Vice – Reitora Silvia no Consuni do dia 16/12/2010 a qual afirmar que as bolsas foram desviadas para demolição do Hospital Universitário. Assistam o Consuni do dia 16/12 http://tv.ufrj.br/consuni/        

A criação da PR6 – Pro Reitoria de assuntos estudantil foi o ponto auto de seu programa. Quando questionado pelo candidato Levi sobre o fechamento dos bandejões. Uns dos poucos momentos de tensão no debate. Godofredo respondeu que o seu adversário desconhecia o assunto.      


Conheça melhor a chapa em 

3 comentários:

Marcelo Mármora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diógenes disse...

Só para esclarecer, estive no debate e o prof. Alcino também falou da criação da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis.

Diógenes disse...

Para quem não esteve presente ao debate, já está disponível alguns trechos do debate ocorrido no CFCH na WEB TV UFRJ.

http://www.webtv.ufrj.br/index.php?option=com_content&task=category&sectionid=28&id=33&Itemid=154

Divulguem!